quarta-feira, 14 de novembro de 2007

LARANJAS no Rio de Janeiro - Dia 1: Propaganda Enganosa

O LARANJAS está temporariamente instalado no Rio de Janeiro, num apartamento com vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas. Felizmente, apenas com vista e não com aroma, pois esse famoso cartão-postal carioca fede mais que a Beira-Mar Norte de Floripa. Só não tem cheiro de maconha, pelo menos. O blog, contudo, não veio a passeio nem em busca de entorpecentes e pretende dar vazão a sua verve jornalística com uma série de entrevistas e reportagens. Porém, assim como uma candidatura do Nildo Ouriques a reitor da UFSC, o LARANJAS está apenas sendo barulhento, espalhando sujeira e não está obtendo resultado algum.

A primeira decepção foi ontem, na chegada, com a saída rigorosamente no horário dos vôos Florianópolis-Congonhas e Congonhas-Santos Dumont. Não precisei nem tomar o tradicional chá de cadeira em CGH. Nem mesmo as minhas malas foram extraviadas! Lamentável, pois tive que jogar fora um brilhante (como sempre) texto que criticava o ministro Nélson Jobim e pedia a volta do glorioso Milton Zuanazzi, esse injustiçado, à presidência da ANAC. O texto repousa agora numa lixeira da sala de embarque de CGH junto a uma revista Coquetel (Edição Especial para Gênios), que também se mostrou inútil e difícil pra cacete.

No SDU, não sofri nenhuma tentativa de golpe ou roubo, mesmo com a minha cara de turista alemão em busca de sexo com menores de idade. Minhas últimas esperanças estavam em encontrar alguma taxista fanfarrão, que não parasse de falar durante o trajeto todo sobre o bando de vagabundos que dirige a cidade, o estado e o país e que seria meu primeiro entrevistado carioca. Nada. O sujeito só abriu a boca para xingar uma velhinha que atravessava fora da faixa, no que recebeu apoio do LARANJAS, que é pequeno-burguês e odeia pedestres mal-educados. Pensei seriamente em soltar algo como "e o Flamengo, hein?", mas logo lembrei que o LARANJAS, dada a sua condição acima citada, também é contra aglomerações populares.

Ao chegar à base na Lagoa, esperei por alguns minutos em frente ao prédio, com minhas malas Samsonite e Louis Vuitton dando sopa, mas não sofri nenhuma tentativa de assalto. Nada, nem mesmo passaram a mão na minha bunda. O Rio de Janeiro não é aquilo tudo que nos vende a TV e o filme Tropa de Elite. Consternado, só me restou subir ao apartamento, deixar as minhas coisas e procurar um pé-sujo para alguma refeição rápida. Encontrei um lugar chamado Nakombi, que pareceu-me apropriadamente vagabundo graças a uma Kombi estacionada dentro do ambiente. "Me vê um especial da casa e uma caipira, chefe!", berrei ao sentar num dos bancos da Kombosa. Só percebi o erro quando o garçom trouxe o pedido: umas 68 peças de sushi e uma caipirinha de saquê. Astuto, oportunista e mão-de-vaca, o LARANJAS concluiu que a melhor maneira de reparar aquela cagada era, claro, provocar uma briga e ser expulso do restaurante. "Tu tá me ishtranhando, mermão...", a essa altura eu já falava com sotaque carioca, "eu só cuomo eisse tipo de freishcura quando quero cumê alguém, tá ciérto? Tu tá vendo mulhé aqui? Agora vai pra puorra da tua cuzinha e me traish um pêéfe de alcatra! Pra huoje!"

A estratégia deu parcialmente certo, pois briguei com (leia-se "tomei uma surra de") três garçons lutadores de judô e tive que pagar 19 reais pela 'caipissakê', a coisa mais bicha que o LARANJAS já tomou desde que tentou dar um porre numa menina com vários 'sex on the beach'. Foi o bastante por uma noite, até porque ficarei aqui por mais quatro dias. O LARANJAS tentará entrevistar figuras como Cap. Nascimento, Anthony Garotinho, Ricardo Teixeira, Romário e alguma gostosa na praia de Ipanema. Tentará, também, cobrir um baile funk, uma roda de samba e alguma gostosa na praia de Ipanema. Provavelmente não conseguirá, mas quem disse que a vida é feita só de sucessos, certo Adriane Galisteu? By the way, alguém sabe se ela mora no Rio?

4 comentários:

Anônimo disse...

Acredito nesta imagem do Rio que o Laranjas está expondo do que a do filme tropa de elite. ótimo texto Bruno. Aproveite!

Malu disse...

muuuuuito engraçado!

:*

Rafael Hertel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriel Geller disse...

Conselho de Ética recomenda cassação de Renan por uso de "laranjas" em negociação

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u345704.shtml

Comenta isso ai... disseram que o Renan anda usando e abusando de voces...