quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Editorial: Big Brother Brasil 8? Aqui não!

O LARANJAS não vai falar do Big Brother Brasil 8. Em reunião de pauta realizada ontem, regada a Johnnie Walker Blue Label, os editores do blog decidiram não se render ao oba-oba que assola a imprensa marrom e golpista toda vez que começa uma edição desse programa. Levamos em consideração, principalmente, o fato de que nossos leitores são a elite intelectual do país e não têm interesse em discutir o BBB. Quem quiser saber de fofocas dessa naba que acesse o Terra ou o G1, grandes baluartes do jornalismo eletrônico brasileiro de alto nível.

Como tinha mais o que fazer (descascar batatas para fazer uma bela maionese), o LARANJAS assistiu ontem apenas aos primeiros minutos do programa e já avaliou o que realmente importa: comeríamos todas as participantes do programa, até mesmo aquela que estava excessivamente vestida e que será a única a não mostrar o útero, posteriormente, em alguma revista masculina. Avaliamos também que aquele gordinho barbado será o vencedor do programa. E chega. Não nos importamos com mais nada. Não venham com comentários do tipo “ai, o que vocês acharam do que a aquela vagabunda disse sobre aquela vaca ontem no BBB?”, pois eles serão apagados.

Portanto, não somos daqueles cretinos que dizem “ui, não assisto o BBB, é coisa de gente acéfala, amigãããã”. Ou, pior, “estava trocando de canal e caiu no Big Brother ontem, fui obrigado a ver”. Confessamos que damos uma espiadinha, de vez em quando. Porém, nosso interesse resume-se, como já deixamos claro, às modelos/atrizes/promoters que querem ser apresentadoras. Não no que elas falam, é claro, pois o BBB, para o LARANJAS, é um programa de TV normal, não uma fonte de debates comportamentais. Seria como ver novela e comentar sobre os dotes dramáticos da Camila Pitanga, ao invés de focarmos no seu glorioso derriére. Ou assistir a uma reprise do saudoso Baywatch e analisar o roteiro.

Claro, caso algo extraordinário aconteça no Big Brother, não deixaremos nossos dependentes leitores sem a opinião do LARANJAS. Por extraordinário entenda-se assassinato, sexo explícito entre duas participantes (mesmo que envolva a moça que estava excessivamente vestida) ou, tomara, o cancelamento prematuro desta edição do programa. De resto, ficaremos no aguardo da chegada no barbeiro das revistas Playboy e Sexy que estamparão as Big Sisters na capa, para, aí sim, fazermos uma análise mais profunda do Big Brother Brasil 8. Isso se der tempo, durante o corte do cabelo, de terminarmos de ler as entrevistas e reportagens sobre vinhos, prioridade de qualquer homem ao folhear uma revista desse naipe.

3 comentários:

RODRIGO CUNHA disse...

Grande Volpato. Grande post!

Destaque para os trechos não somos daqueles cretinos que dizem “ui, não assisto o BBB, é coisa de gente acéfala, amigãããã”. Ou, pior, “estava trocando de canal e caiu no Big Brother ontem, fui obrigado a ver” e "Isso se der tempo, durante o corte do cabelo, de terminarmos de ler as entrevistas e reportagens sobre vinhos, prioridade de qualquer homem ao folhear uma revista desse naipe".

O que tem de mané assistindo BBB e esconde o fato .... é aquela história, parecida com aqueles que vão à New Time e não falam pra ninguém. Pior, saem comentando: "Rapá, fosse é? Tu ta mermo em fim de carreira heim? Takipariu OW"

Abração FERA!!! Ah, o Laranjas esta cada vez melhor. Nem sempre faço comentário nos posts - confesso que tenho preguiça -, mas o portal de vocês já é leitura sagrada por aqui.

tifany disse...

hahahah muito bom, parabéns Volpato! O laranjas está cada vez melhor, beijos aos trêsss!

Gabriel Geller disse...

o Laranjas só continua bom porque está cada vez PIOR.

Mto bom, quando sair a Playboy manda uma cópia pra mim, tenho certeza que estarei interessado na reportagem sobre vinhos!