domingo, 23 de setembro de 2007

"O meu futuro é ser pastor e nada me faltará!"

Desde 1976, com as pregações feitas em um rústico altar no bairro do Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro, até os dias de hoje, em que a Igreja Universal do Reino de Deus tem, em seus formulários de arrecadação, mais de 15 milhões de fiéis, o bispo Edir Macedo não havia tido ideia tão genial.

Ensinando alguns pastores, recém abençoados, como receber o dízimo também da mesada das criancinhas, o bispo teve um lampejo de sabedoria divina, quase uma Visão - criar uma escolinha para pastores!

Sim! Não é mera coincidência. A analogia com o futebol neste caso é natural e faz todo sentido.

Tanto o futebol como as funções desempenhadas na IURD são os caminhos mais rápidos para atingir o sucesso financeiro no Brasil. Assim como existe vários campos de futebol espalhados por cada vila deste país, não param de surgir IURDs pelo território (antigos cinemas, teatros falidos, templos faraônicos e casebres de pau a pique). E não há como negar que a renda de um bispo está cada vez mais equiparada a de um jogador de nível médio do futebol brasileiro. Na cabeça de Macedão, nada mais lógico que um, tenha a mesma iniciação que o outro.

- O curso tem 4 anos de duração. Porém, com 3 anos e meio você já se torna obreiro (sem ganhar nada, além da graça do senhor, que já é um motivador pra quem quer seguir carreira neste ramo).

- O preço é insignificante, perto da missão belíssima que é pregar a palavra de Deus (O Macedão), apenas 500 reais por mês (mandados diretamente para a fogueira do Monte Sinai).

- Tem que saber ler...a Bíblia. E não precisa apresentar curriculo escolar (como no futebol).

- Também é interessante ter alguma experiência no ramo de vendas.

- Só passa do primeiro ano se decorar a Bíblia Sagrada.

- No segundo ano há um estudo aprofundado dos trechos: Gênesis 14.18-24, Gênesis 4.3-7, cf Malaquias 3.6-12, Gênesis 13.2, cf Mateus 23.23 e cf Provérbios 3.9-10. Neste mesmo ano será dado o curso de oratória e persuasão por profissionais de publicidade e palestrantes do meio empresarial.

- No ano seguinte, se ensina como curar doenças graves, problemas mentais, de ordem financeira, empregar os desempregados, tirar da solidão os carentes e mal amados e salvar da miséria e da fome. Vai entender, neste estágio da escolinha, porque os pastores e bispos repetidamente pregam que a medicina e os remédios não curam jamais.

- Já no primeiro semestre do quarto ano é dado um curso intensivo de como exorcizar demônios por um grupo de teatro contratado pela IURD e que possivelmente será usado nos cultos.

- No segundo semestre o cidadão, que já é obreiro, é afogado mais uma vez na água benta para ter consciência do seu destino caso não siga A Palavra. Passa 6 meses sob orientação de algum pastor para aprender a malícia da profisão e, por fim, ganha um diploma assinado pelo bispo Edir Macedo e por Jesus Cristo, o próprio.

- Por fim, é realizada uma confraternização entre os formandos na qual ao invés de jogar o capelo para cima, chuta-se uma imagem da santa Nossa Senhora Aparecida, enquanto gritos de louvor ao Salmo 23 ecoam pelo templo: o meu futuro é ser pastor e nada me faltará. Aleluia!

4 comentários:

sua fã! disse...

adorei esse texto ri demais!!

hahahah

bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Gabriel Geller disse...

Hahahha Muito bom, "Meu futuro é ser pastor e nada me faltará!".

Abraço pro Volpato, aquele Laranja-mor!

V. disse...

hauhaihuahiahuaia


adorei isso aqui!

Antonio Junior disse...

boa primo...
acredito q essa parte de ex-cinemas tem uma certa ironia à sua cidade natal...kkkk
abraço e teh fim do ano...