sexta-feira, 4 de abril de 2008

Páginas Alaranjadas - O mosquito como você nunca viu!


Expulso do Brasil pelo governo militar, o Mosquito da Dengue passou por vários países latinos, mudando de forma e aparência. Agora ele está de volta, e diz que veio para ficar.


As autoridades brasileiras consideravam o Mosquito da Dengue extinto desde a década de 60, quando o governo militar proibiu sua existência. Neste meio tempo ele evoluiu tanto intelectualmente como logisticamente, e acha que está mais maduro, como afirma sua autobiografia "Behind the Mosquito´s life". Após a reabertura política e a volta dos perseguidos políticos ele começou a reaparecer no território brasileiro. Hoje, ele está em busca de uma indenização do governo, embora confesse que sua vida tenha melhorado após o exílio.

Laranjas – Como você fez para sobreviver durante este período em que o país virou as costas para você?
Mosquito da dengue – Bom, esta foi uma época muito difícil e conturbada da minha vida. Inicialmente, após ser expulso do Brasil, pedi asilo político na Argentina, mas este foi negado. Ouvi falar de um país muito parecido com o Brasil, ele se chamava Paraguai. Cheguei ao Paraguai muito tímido e com necessidade de me disfarçar. Comecei então a me identificar como Mosquito da Febre Amarela. Sem a perseguição do governo brasileiro e sem a reprovação por ser o Mosquito da Dengue, comecei a me reproduzir. Fiz um acordo com um flavivirus carente de Assunção. O acordo previa que eu iria ser o único mosquito que poderia transmitir sua espécie para causar a doença que batizei de Febre Amarela. Depois descobri que uma outra linhagem de mosquitos também transmitia essa doença.

Laranjas – E sua reação perante este fato?
Mosquito da dengue – Não podia fazer nada. A doença já estava aí, era um sucesso. Todos os Aeges Aegypcios já me consideravam um deus. Minha linhagem já estava transmitindo seus próprios virusinhos e eu tinha a disposição as melhores mosquitas da alta sociedade. A doença naquela época fazia até mais sucesso que a Dengue.

Laranjas - Então você virou um astro de uma hora para a outra?
Mosquito da Dengue - É, no Brasil eu não era muito reconhecido, mas no Paraguai eu aparecia na televisão quase todos os dias, os jornais só falavam de mim. Alguns não conseguem lidar com a fama, mas a mim ela só ajudou.

Laranjas - Mas vocês mosquitos parecem todos iguais. Todos fazem o mesmo barulinho chato e ficam zanzando por aí. Vocês não fazem mais nada da vida?
Mosquito da Dengue - Veja bem, enquanto você está dormindo nós temos que trabalhar. Como você acha que eu e minha linhagem conseguimos em tão pouco tempo elevar a Dengue a este nível que está hoje. É muito trabalho duro, muita ralação.

Laranjas –Todo verão o senhor resolve voltar para aterrorizar nossa população. Alguns dizem que você tem inveja de doenças como a gripe que infectam a população durante todo o ano. Qual seu parecer sobre isto?
Mosquito da dengue – Veja bem meu caro editor. Na realidade a dengue também está aí o ano todo , principalmente no centro-oeste e no norte do país. Mas atingir um estado como o Rio de Janeiro chama mais a atenção da mídia. A gripe é muito anos "30" sabe, muito fora de moda. As pessoas têm vergonha de dizer que estão gripadas. O negócio agora é pegar dengue.

Laranjas – E o terror que o senhor está causando na população, você ignora este fato?
Mosquito da Dengue – Não considero que eu esteja causando terror na população. Acho que estou apenas conscientizando o povo que seus governantes realmente não dão a mínima para saúde pública brasileira.

Laranjas – Mas e quanto a todo esforço do governo para combater a sua existência?
Mosquito da dengue – Que esforço?

Laranjas – Campanhas na televisão, anúncios em revistas e rádio.
Mosquito da dengue – Sobre Petrobrás e Banco de Brasil?

Laranjas – É, acho que o senhor tem razão. O governo não tem falado muito em combater você.
Mosquito da dengue – Talvez se abrissem uma CPI do mosquito!

Laranjas – Mas qual que seria o sabor da pizza?
Mosquito da dengue – Sei lá, um sabor de Vitória!

Laranjas – Pelo amor de Deus, deixe Vitória em Paz.
Mosquito da dengue – Gostaria de passar por Florianópolis qualquer verão desses. Que locais você me recomenda?

Laranjas – Canasvieiras.
Mosquito da dengue – Porque?

Laranjas – Por nada. Deve ser um bom lugar para picar Argentinos.
Mosquito da dengue – Delícia.


Imagem Emprestada de Yahoo Images!

4 comentários:

Camila disse...

Mosquito da dengue stikes back.Boatos quentes que são eles a próxima arma secreta dos figueirenses no combate contra haoles

Esperem e verão (!)

Anônimo disse...

hahahahahha
muito boa matéria, mas queria salientarque a dengue não "está aí" o ano todo no centro-oeste não, talvez no norte, não sei, mas é mais no verão mesmo, porque é uma época de muita chuva blá blá blá
=))) hehe
Mas muito boa a entrevista, muito bem pensada.

Abraços

Tiago disse...

Eu que comentei viu, é que fiz uma cagada(pra variar) na hora de enviar meu comentário...

abraços

Anônimo disse...

hey
eu passo o verão em canasvieiras!
Será que ele sabe a diferença entre argentinos e brasileiros?
bjoo
Luíza